segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Um novo começo para a história da minha vida e da minha família. Toda glória para Deus

20.02.2017
Por Pr. Robenildo Lins 


A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo
Pastor Robenildo Lins e sua esposa, Ana Lins


Paz do Nosso Senhor Jesus Cristo.

Começo assim o meu agradecimento a Deus:

- Sou o pastor Robenildo Lins Ramos, casado com Ana Lins e pai de Robenildo Lins Ramos Júnior e Nathany da Silva Lins Ramos. E nós com 21 anos de casados. Até aqui tem nos ajudado o Senhor.

 
Nathany da Silva Lins Ramos, 20 anos

Robenildo Lins Ramos Júnior, 17 anos.

Um pouco de minha história

No ano de 1981, fiz minha confissão de fé na Assembleia de Deus em Abreu e Lima. À época, o Ministério era presidido pelo saudoso pastor Isaac Martins no antigo templo-sede.

Eram tempos muito difíceis. Porém, de muito aprendizado para nós, Hoje estamos de pé por conta de termos tido naquela ocasião, um pastor, um pai e um amigo. Ele sabia cuidar bem das suas ovelhas e das igrejas,

O seu exemplo ainda hoje é seguido por muitos, inclusive por nós. Mesmo em um período de muita dificuldade financeira, o pastor Isaac Martins tinha a preocupação com o social da igreja. Lembro como se fosse hoje, que em frente ao templo-sede da Assembleia de Deus, havia o colégio Neusa Rodrigues onde eu tive o prazer de ser aluno.  No colégio eram distribuídas sopas para os irmãos carentes e para toda a comunidade de Abreu e Lima, bem como roupas que vinham de países europeus. (O pastor Isaac não levava nada para fora do país. Ele trazia de fora para os irmãos).

Eu e minha família fomos alimentados e vestidos, muitas vezes, por muitos anos, graças à ação social da igreja com os irmãos, que até hoje serve de exemplo para a minha vida.

Eu fui crescendo nos ensinamentos de um homem de Deus e de um pai dedicado à família e a Deus.

Houve um período em minha vida, ainda na infância, em que eu quis esquecer. Deus, no entanto, certa vez, fez-me lembrar em um sonho em que acordei chorando. Tive que sair da cama para que minha esposa não percebesse minhas lágrimas.  
Houve um momento em que meu pai, com quatro filhos pequenos, passou quatro anos e meio desempregado. Nesse período, passamos uma grande prova de pão (fome). Muitas vezes, tive a tristeza de ver esse GUERREIRO em prantos orando a Deus por nós. Ele nunca parou um só momento de lutar pela família e nos incentivou a correr atrás do pão de cada dia, com dignidade. Princípios que ficaram marcados em todos os seus filhos.

A dor de ter sido injustamente acusado, recentemente, foi ainda maior em razão dos ensinamentos que herdei de meu pai. Grande foi a decepção de ter  sido caluniado por alguém que em um dia eu me espelhei, e que não me  deu o direito de defesa.

Pastor Lins
Mas hoje sei que isto tudo aconteceu porque Deus permitiu para que uma nova obra fosse iniciada para a honra e a glória do Senhor Jesus Cristo.

A Vila de Caetés III  estava em construção e o meu pai, este homem  guerreiro,  teve uma ideia de construir cercas de bambu. Ele, minha mãe eu e meus irmãos, fomos à mata donde tiramos bambu para fazer a primeira cerca e os vizinhos gostaram e passaram a encomendar. Fizemos tantas cercas que se acabaram os bambus ( kkkk ).

Nesse tempo bom de aprendizado e formação do caráter, eles nos conduziam sempre aos círculos de oração, de segunda e sexta, onde já éramos conhecidos como os Canarinhos de Cristo.
Com o fim da safra do bambu, Deus nos deu outra direção.

Existiam muitas casas de taipa, que precisavam de reparos e milagrosamente, meu pai aprendeu a consertá-las. Agora não buscávamos mais bambus e sim madeiras.  

Lembro-me certa vez, que ele comprou uma manga rosa grande para nos alimentar. São lembranças desse tipo, que deixaram marcas forjadas por Deus,   que nos ajudaram a vencer as adversidades, nos fizeram mais fortes e com os pés firmes no Senhor.


Aos 12 anos, Deus me fez promessas no Círculo de Oração, em Fazendinha, que fica por trás do atual Hospital Miguel Arraes. O tempo passou, e na luta pela sobrevivência, vendi sandálias, verduras, pipocas e amendoim. Também fui prestanista, peão de construção, fabricante de blocos de cimentos e combogós. Experiências que passei com meus pais, e que me ajudaram na formação do meu caráter, como filho, como pai e como servo de Deus.
****

3 comentários:

  1. Pastor, uma história de superação escrita por Deus. És ungido e escolhido de Deus. FIRME FORTE E CRENTE!

    SL 37:23,24
    Os passos de um homem bom são confirmados pelo SENHOR, e deleita-se no seu caminho. Ainda que caia, não ficará prostrado, pois o SENHOR o sustém com a sua mão.

    ResponderExcluir
  2. Deus lhe experiências para hoje ser utilizada na Obra. Avante guerreiro e prosperidades nesta grande Obra. Ev Cândido

    ResponderExcluir